Suriname Agora?


Há algumas semanas ficamos chocados com a sucessão de barbaridades e violências que vimos acontecer no Suriname. Os brasileiros foram atacados com facões, as mulheres violentadas, e tiveram seus pertences queimados, em represália ao assassinato de um habitante do país.
Diante desses fatos a mídia deu espaço para se falar sobre o ocorrido e algumas contradições que apareciam nas declarações da embaixada brasileira e dos habitantes do local. Segundo a embaixada não havia mortos e a perseguição tinha diminuído, porém os brasileiros, no Suriname, afirmavam que nas matas a caça aos mesmos continuava e muitos já estavam mortos.
A repercussão do caso foi ampla, no entanto algumas semanas após o caso não ouvimos mais nada sobre o assunto e ficam as dúvidas: E agora o que está acontecendo? Os brasileiros já estão seguros? Quantos realmente foram mortos?
A notícia saiu de pauta muito rápido e não sabemos seu desfecho. Mais uma vez presenciamos a agenda seeting em funcionamento, ou seja, a seleção do que será veiculado nos meios de comunicação social, principalmente na televisão, é realizada de acordo com os interesses de alguns detentores de poder. Este fenômeno é comum e na maioria das vezes não percebemos sua presença. Corriqueiramente nossa atenção é desviada para outros fatos menos graves ou importantes para que desta forma, possa-se amenizar os efeitos das notícias, defendendo assim os interesses de algumas poderosas empresas patrocinadoras de jornais e grupos políticos.
Catarina Rangel
Diretoria de Comunicação
Anúncios

Uma resposta em “Suriname Agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s