Afinal, o que é Benchmarking?

A necessidade na busca de informações, aliada ao aumento da competitividade e a maior exigência e dinamismo do mercado, são algumas das principais características presentes no cotidiano das empresas mundo afora e que implicaram em um novo conceito para a administração das empresas: o Benchmarking.
O termo tem origem na expressão inglesa benchmark, que faz referência às cotas de nível utilizadas nas medições topográficas e foi que introduzido na linguagem empresarial pela empresa Xerox. Sendo definido por David Kearns, Diretor Executivo da empresa como “o processo contínuo de medirmos e compararmos os nossos produtos, serviços e práticas com os mais fortes concorrentes ou com as empresas reconhecidas como líderes da indústria”.
Realizada por grandes companhias internacionais, como Xerox, Ford e IBM, a ferramenta é viável a qualquer organização que queira colocá-la em prática. O Benchmarking consiste em um processo contínuo e de aprendizado contendo cinco fases: planejamento, análise, integração, ação e maturidade, basicamente. Esse processo de pesquisa e de planejamento estratégico visa a comparação de serviços, práticas e produtos com outras companhias, não necessariamente concorrentes.
A empresa ou determinados setores dela tem a oportunidade de coletar dados para sua melhoria, vislumbrar ameaças e oportunidades, aprender com novas culturas organizacionais, reconhecer avanços tecnológicos, incorporar determinados processos enfim, trabalhar com aspectos que podem se tornar muito relevantes para serem aplicados. Sendo assim, o Benchmarking pode ser interno, externo, competitivo, dentre outros.
Para melhor esclarecimento, o conceito não consiste em uma simples cópia ou imitação. Sendo um processo de aprendizado, não é um modismo nem um evento isolado, aspectos esses que confirmam a importância do conceito diante do cenário mercadológico atual.
Através do que foi colocado até agora, verificamos alguns atributos que podem ser realizados pelo relações-públicas. Em um projeto integrado com a alta administração das empresas, o RP poderia ser um diferencial no processo, buscando analisar as situações, otimizar os dados e trazê-los para dentro da empresa.
O Benchmarking é um instrumento que mudou o enfoque da administração e hoje é capaz de ser determinante no sucesso de instituições, além de ser considerado ético e legal. Em meio à globalização e aos desafios que ele proporciona, a ferramenta surge como auxílio aos que desejarem usufruir de todo seu poder de alcance e mudanças.

Felippe Ferro
Diretoria de Comunicação
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s