Esferas conexas e distintas

Ética faz parte da comunicação, sendo que a ligação dessas é essencial na contemporaneidade. E esse foi mais um dos temas presentes no Congresso Nacional da Intercom 2010. Evento este que nos acrescentou tanto na vida acadêmica, quanto na profissional, a qual muitos já estão inseridos e outros buscam oportunidades futuras.
Essa foi a vez do Professor Doutor Cláudio Schubert, que é especialista em filosofia com ênfase em ética e que leciona comunicação, transmitir um pouco de seu conhecimentos sobre “Comunicação, cultura e ética no Brasil” através de uma reflexão filosófica.
Dentro do tema, temos que destacar a diferença válida existente entre esfera pública e privada na formação ética do homem ocidental moderno, bem como a forma que o mesmo lida com tais esferas no ambiente de trabalho. Sabemos que cada vez mais as organizações possuem problemas com tal diferenciação, ou seja, atualmente muitas pessoas têm a necessidade de expor parte de suas vidas particulares dentro das organizações, seja em conversas com amigos de trabalho ou na própria forma de trabalhar e se relacionar. Não há como julgar atitudes como essa, já que atualmente o tempo que se passa no ambiente de trabalho é, na maioria dos casos, superior ao que passamos no lar. O ideal é saber dosar e separar, para que sua vida pessoal não influencie na cultura organizacional.
Aprofundando em conceitos filosóficos, a esfera pública é baseada pela razão e emoção, envolvendo as relações sociais do ser. Enquanto a privada, por sua vez, resume-se pelo mundo particular do sujeito. Ambas devem ser bem “administradas” pelo mundo profissional, para que não haja conflitos. Na prática atual, já se utiliza o termo “vícios profissionais” para as eventuais “fofocas” que ocorrem na grande parte das organizações. O que muitas empresas veem como possível solução para tais casos, é a realização de atividades como, por exemplo: exercícios laborais, gincanas motivacionais e períodos de lazer como alternativas para diminuir a tensão e apaziguar o ritmo desses ambientes.
O profissional de Relações Públicas, deve ter em mente tais reflexões e visões, principalmente por estar envolvido com pessoas e tendo como uma de suas missões facilitar o modo de comunicar. São questões importantes, que envolvem a profissão e as diversas maneiras de lidar com o público.

Mariah Lima
Diretoria de Qualidade
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s