O Terceiro Setor e a captação de recursos


Não é de hoje que sabemos o quanto é difícil manter uma organização sem fins lucrativos apenas com a boa vontade e o espírito de solidariedade das pessoas. Essas organizações do Terceiro Setor recorrem então a um leque de atividades que possam captar recursos para a sua sobrevivência.

Podemos pensar na captação de recursos não apenas como algo que vá trazer dinheiro para a organização, mas sim como algo que abra as portas e incentive o reconhecimento por parte das pessoas. Um simples exemplo disso são os eventos realizados por ONG’s que possibilitam apresentar a seriedade de seus trabalhos às pessoas que os prestigiam. Ou então, um programa de mala direta que informa periodicamente sobre os trabalhos e progressos conseguidos pela organização.

É por meio da captação de recursos que se consegue a aproximação dos doadores para com a organização. Aproximação essa que possibilita o surgimento de novos voluntários e colaboradores,passando a dedicar parte de seu tempo às atividades desenvolvidas nesses lugares.

Já quando se pensa em formar parcerias efetivas com empresas, as organizações devem ter um olhar extremamente cauteloso. Algumas perguntas devem ser feitas antes disso: Os produtos que a empresa vende são condizentes com a missão da organização? (por exemplo, uma ONG que defende a preservação dos animais não deve aceitar investimentos de uma empresa que os usem como cobaias). A divulgação que a empresa deseja será condizente com o valor doado? Se a empresa tiver algum questionamento pelo público, até que ponto a organização está disposta a defendê-la?

As organizações mais bem-sucedidas nas atividades de captar recursos são aquelas que dedicam um ano todo de planejamento para isso. Essa dedicação envolve desde a pesquisa e a análise sobre os doadores em potencial à construção de relacionamentos, valorização dos doadores e, por fim, os agradecimentos e as prestações de conta.

Vemos que a captação de recursos não se limita a uma simples ligação aos potenciais doadores ou então a um evento anual que arrecade dinheiro para a organização. Existe toda uma estruturação e um acompanhamento por trás da ação de captar recursos e, para isso, já sabemos a atividade profissional ideal: as Relações Públicas.

Raissa Viegas
Diretoria de Comunicação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s