Não basta informar, é preciso comunicar!

Ao assistir televisão, ver vídeos na internet, ou simplesmente andar pelas ruas e reparar nos outdoors, nos deparamos facilmente com campanhas a favor ou contra alguma causa, que são promovidas pelos mais diversos setores sociais, das mais diferentes formas. Essas campanhas podem ser atribuídas a função da comunicação pública, que, segundo Jorge Duarte “(…) diz respeito à interação e ao fluxo de informação relacionados a temas de interesse coletivo”.

Sendo assim, muitos órgãos públicos usam da comunicação pública a fim de criar um vínculo social com determinada causa. É isso que percebemos nas campanhas de redução do uso da água e de energia elétrica, reciclagem, dentre outras. Esse tipo de comunicação, que incentiva a participação popular é fundamental para a mudança de hábitos e valores, já que o simples fato de informar muitas vezes pode não gerar mudança de comportamento ou mobilização social.

Se fizermos uma análise das atuais campanhas associadas a comunicação pública, veremos que elas usam de recursos de sensibilização, são direcionadas ao público que querem atingir, e mais importante, sensibilizam as pessoas. Esses pontos são fundamentais para que a informação não se perca, e as ações sejam resultado de uma eficiente comunicação. 

Carolina Barbizan

Diretoria de Recursos Humanos

FONTE:

DUARTE, Jorge. Comunicação Pública, p. 3; Disponível em: <http://www.jforni.jor.br/forni/files/ComP%C3%BAblicaJDuartevf.pdf> Acesso em 15 de janeiro de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s