A gestão do luxo nas Relações Públicas

                    Mercado de luxo crescerá 25% em 2012, segundo especialistas.

                A gestão do luxo é uma área de mercado muito favorável para as Relações Públicas, mas que muitos profissionais deixam de atuar principalmente por falta de informação.

              Assim como qualquer ramo de mercado, o luxo não deve ser tomado por estereótipos, mas sim, como mais um nicho de mercado em que a comunicação pode atuar de forma estratégica.

                    No Brasil, o mercado de luxo tende a crescer cada vez mais. Inúmeras grifes já instalaram sua sede no país e outras já planejam desembarcar em 2012, é o caso das grifes Miu Miu, Prada e Issa London, por exemplo. Empresários internacionais também investem em peso no capital brasileiro, e, com a chegada de grandes eventos como a Copa e os Jogos Olímpicos, o Brasil ganha destaque não só por suas belezas naturais, mas como local de investimento.

                 Segundo André D’Angelo “as ações de comunicação de uma marca de luxo são determinadas a partir de duas variáveis principais: o nível de acessibilidade do produto de luxo e o estágio de desenvolvimento da marca no mercado.”

              A acessibilidade era algo surreal para muitas pessoas, mas em relação à maioria dos países, sua chegada se tornou recorrente; tudo indica que com uma economia favorável o público do mercado de luxo crescerá mais rápido do que imaginávamos.

              Mas, não é só com marcas que o RP pode atuar. No mercado de luxo, o relações-públicas pode trabalhar em vários segmentos, como turismo, moda, bebidas, serviços, entre outros, além de poder gerir as próprias “personalidades” dessa área.

                Como já estamos acostumados a falar, as Relações Públicas trabalham com públicos, ou seja, suas estratégias de comunicação se dirigem a um ou a vários grupos específicos de acordo com o objetivo estratégico. Na gestão do luxo, é a mesma coisa. De acordo com o relações-públicas Fábio Procópio “o grande diferencial em se trabalhar com o mercado de luxo é fazer com que cada produto seja visto como sinônimo de elegância, sofisticação e singularidade para o consumidor.”

                  Muitas empresas não estão preparadas para atender o público deste mercado, portanto, é essencial que os relações-públicas que se identifiquem com a área, saibam atuar nesse mercado estrategicamente e estejam preparados para gerir um mercado que cresce a cada ano e de forma cada vez mais exigente.

             Atualmente, o mercado de luxo é um dos que mais se mantém em alta na economia e o perfil do seu público é a exclusividade, devido ao seu caráter exigente quanto a produtos e serviços. Além disso, muitas marcas estão adotando seus próprios meios de comunicação, como revistas, páginas na internet, cartão de visitas e tudo o que possa estreitar a relação com seus consumidores, de modo que eles saibam que sua área VIP estará sempre reservada, afinal, a comunicação do luxo não foca no público em massa.

Amanda Valença

Diretoria de Comunicação

 Referências

Fábio Procópio

O papel da comunicação no mercado de luxo

Mercado de luxo no Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s