Comunicação Interna na Construção da Imagem Institucional

           Que a comunicação interna é extremamente necessária dentro das organizações, o profissional de comunicação já está cansado de saber. O que queremos abordar é como isso pode afetar na imagem institucional dessa organização.

O quê? Comunicação interna?

            Mais do que circular um boletim para os seus funcionários, as estratégias de comunicação interna devem abordar os três tipos de comunicação: descendente, ascendente e horizontal. Basicamente essa comunicação organizacional é feita para o público interno, mesmo não sendo apenas um, e deve suprir a necessidade de informação desse público. Essa necessidade é a tentativa de realizar uma comunicação integrada em que se têm as informações necessárias para o bom funcionamento e produtividade do funcionário, se caracterizando pelo objetivo e tipo de organização.

Por que fazer?

O objetivo de trabalhar a comunicação interna é a uniformidade de valores, visão e missão da empresa dentro de cada funcionário. O público interno constitui-se como um dos principais stakeholders da instituição e por isso devem carregar, dentro de si, a filosofia da organização.

            A comunicação interna eficiente consegue aproximar o funcionário da instituição e proporciona um agradável ambiente de trabalho.

         O profissional que trabalha com esse tipo de comunicação deve ter uma visão muito abrangente do contexto em que está inserida a organização tanto nas questões internas quando o posicionamento da organização no mercado, só assim ele estará munido de ferramentas suficientes para trabalhar com a comunicação integrada e influenciar no ambiente e cultura organizacional.

E a imagem institucional nisso?

            Ter um funcionário integrado com a instituição é uma grande vantagem, além de proporcionar um ambiente propício à execução das atividades, desenvolve-se a cultura organizacional.

            Como sabemos, o funcionário é o reflexo da organização e transmite ao público o que está acostumado a vivenciar. Sendo assim, a sintonia com a organização será benéfica para as duas extremidades dessa ligação.

            O funcionário trabalha contente e satisfeito, produz mais e com melhor qualidade e ainda será o primeiro a defender sua instituição quando se opuserem a ela, caso isso não aconteça, será um valioso marqueteiro de sua marca.

Então, como trabalhar?

           Como dissemos, a base da organização está em quem a constrói, quem atua diariamente para o seu bem. As pessoas que constituem esse grupo transparecem o que a instituição realmente é e o que ela espera e por isso é importante terem uma ótima relação com a figura da instituição.

           Pense em quem trabalha por você, e ele te mostrará aonde é capaz de te levar.

¹Stakeholder: (em português, parte interessada ou interveniente), é um termo usado em diversas áreas como administração e arquitetura de software referente às partes interessadas que devem estar de acordo com as práticas de governança corporativa executadas pela empresa.

José Paulo Teodoro

Diretoria de  Projetos

Fontes:

Conferp

Wikipedia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s