Quando a expectativa se transforma em fracasso…

           Reconhecida atualmente na categoria de empresa mais valiosa do mundo e citada por milhares de pessoas como a mais competente ao executar as atividades de seu ramo, a Apple, revolucionário empreendimento criado por Steve Jobs e Steve Wozniak, dispõe atualmente de um dos maiores níveis de satisfação de seus clientes quando o assunto é tecnologia e inovação a fim de facilitar a vida dos seres humanos neste mundo globalizado.

            Prova dessa grande repercussão que a organização dispõe sobre a sociedade, foi o alarde criado com a sua ultima novidade, o Iphone 5, que foi lançado no final de setembro. Este acontecimento formou filas gigantescas nos 9 países em que o produto havia chegado, batendo recordes de vendas.

 

Filas gigantes nas Lojas da Apple  para comprar o iPhone 5. Munique (Foto: Reuters)

            Porém, como toda empresa está sujeita a grandes falhas, a Apple também não escapou a essa regra. Apesar das grandes inovações propostas pelo novo aparelho, a recepção das pessoas quanto às funcionalidades do mesmo não foi a mais positiva. Os programadores acabaram falhando de forma exagerada em um de seus aplicativos, o “Mapas”.

            Este aplicativo era desenvolvido pelo Google, o Google Maps, e dispunha de grande aceitação por apresentar um sistema já consolidado e aperfeiçoado. Contudo, a Apple quis inovar e lançar, dessa vez, seu próprio sistema de mapas licenciado da TomTom, o que acabou em um grande fracasso.

            Os novos mapas da Apple são detectados como um grande desastre e apresentam falhas absurdas em seu sistema como:

  • Imagens distorcidas
  • Cidades em lugares errados
  • Posicionamento de prédios sobre as águas
  • Transformação de  pedaços de terra em mar
  • Falta de informações sobre transportes públicos

 Além de muitos outros erros.

 

O aplicativo Mapas é parte do iOS 6, a mais nova versão do sistema operacional móvel da Apple

            Este fato, é claro, fez brilhar os olhos dos piadistas de plantão que não perderam a oportunidade de satirizar o erro desta grandiosa organização. A desenvolvedora de softwares IGO, por exemplo, fez um anúncio publicitário em que mostra Berlin no meio da Antártica e dessa forma, ironiza o aplicativo da Apple, que errou essa localização.

            Além disso, diversos vídeos produzidos por “blogueiros” já estão circulando na rede. Um desses vídeos é estrelado por Tom Scott, dono de um dos blogs, que em seu discurso diz que os mapas não estão errados, mas que, neste caso, os usuários é que não entenderam seus recursos incrivelmente avançados. Diz ainda que se o Mapas indicar que existe uma cidade no lugar de uma plantação de trigo, é porque ela realmente está lá e faz parte de um universo paralelo que só a “turma da maçã” é apta a visualizar.

O vídeo está em inglês e pode ser acessado neste link:

            Para lidar com toda essa crise, foi necessário o pronunciamento da relações- públicas da Apple, Trudy Miller, que em nota oficial tentou amenizar o problema e explicar a situação aos consumidores insatisfeitos, dizendo ao AllThingsD:

“Nós estamos animados para oferecer esse serviço [Mapas] com características inovadoras como o Flyover, navegação curva-a-curva e integração com a Siri. Nós lançamos este novo serviço de mapas sabendo que seria uma grande iniciativa, e que nós estávamos apenas começando. O Mapas é uma solução baseada na nuvem e, quanto mais pessoas usarem, melhor ele ficará. Nós apreciamos todo o feedback dos usuários e estamos trabalhando duro para tornar a experiência dos clientes ainda melhor.”  ( Trudy Miller, 2012)

                Além desse pronunciamento, nove dias depois do lançamento, como algo considerado inovador nesta empresa, a Apple reconhece que seus mapas são ruins e pede desculpas pelas falhas indicando que seus usuários utilizem outros serviços de mapas, como os da concorrência Google e Microsoft.

             O CEO da empresa, Tim Cook, afirma que, desta vez, eles falharam ao oferecer o melhor serviço aos seus clientes, ponto considerado como a missão da empresa.

            Dessa maneira, é notório o fato de como todas as empresas estão sujeitas a cometer grandes falhas e como isso tem grande repercussão na atual sociedade globalizada, que permite imensa facilidade para propagação de conteúdos e para a liberdade de expressão. Para isso, é primordial que todas essas organizações estejam preparadas para seus dias de crise e munidas de soluções rápidas.

            Tentar solucionar seus problemas frente a seus clientes, como foi feito neste caso, com a declaração da profissional de Relações Públicas e o pedido de desculpas de Tim Cook, que procuraram reconhecer os erros da empresa e passar o melhor posicionamento à sociedade, mostra postura profissional para o público diante de uma situação negativa, além de ser recomendado este tipo de ação.

            Paola Ramos

Diretoria de Projetos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s