E se a MTV Brasil tivesse um RP?

Se você tem entre 18 e 30 anos, provavelmente teve a emissora MTV Brasil como parte da sua adolescência. Ela que sempre teve como ponto forte os programas de música destinados aos jovens e a diversidade acaba de chegar ao seu fim. Ou será que podemos chamar de recomeço?

Image

Por muito tempo foi cogitado o fim da MTV Brasil, mas a emissora sempre negou que isso pudesse acontecer. Porém, nos últimos meses, a TV de música demitiu mais de 300 funcionários e apresentadores e passou a exibir reprises e longos especiais de música – em uma tentativa de recuperar a audiência.

A MTV teve sua estreia no Brasil no ano de 1990 e foi considerada um marco na juventude da época, por conter programas essencialmente musicais e totalmente “fora dos padrões”.Foi responsável pela consagração de muitas pessoas através dela, como Zeca Camargo, Marcos Mion, Didi Wagner, Marcelo Adnet e Daniela Cicarelli.

Em 2009, o canal passou por um grande auge, quando programas de humor mantinham a audiência lá em cima. Mas isso logo decaiu quando Marcos Mion e mais tarde, Marcelo Adnet, Dani Calabresa e Tatá Werneck mudaram de emissora. Após esse ocorrido, a MTVBrcontinuou de mal à pior. Os novos VJs contratados não foram muito bem aceitos pela audiência e os conteúdos dos programas não satisfizeram o público.

Image

Com isso, o ibope abaixou – e muito. Não se sabe ao certo a causa disso, mas a crítica alegou que a programação era “sem propósito, sem chefe, sem direção, sem ibope” e que tudo era tratado com desleixo, coisa que provavelmente não aconteceria se tudo isso fosse supervisionado por um profissional de relações-públicas gerando todos os processos que envolvessem a imagem do canal.

O fim foi anunciado oficialmente para o dia 1º de outubro, mas a Viacom, marca detentora mundial, comprou a brasileira e reestruturará toda a programação, que vai conter 40% de conteúdo nacional e o restante, programas gringos (legendados ou dublados). Além disso, a MTV Brasil deixará de ser um canal aberto.

Image

Desde que o fim foi anunciado, a programação foi toda moldada em torno desse fato. Antigos VJs da emissora foram convidados para gravarem o último programa, chamado de “My MTV”, que consiste em reviver acontecimentos bons que passaram enquanto trabalhavam lá, rodeados de nostalgia. Todos os VJs se encontraram para bater um papo sobre os bons momentos vividos na Music Television, e foi tudo reportado pelo canal da Folha de São Paulo no Youtube:

Todos os ex-VJs expressaram sua tristeza pelo fim da emissora através de entrevistas e pelas suas redes sociais. Daniela Cicarelli ressaltou o bom ambiente e a liberdade que a MTV proporcionava para as pessoas que lá trabalhavam. Marina Person disse em entrevista que “a MTV vai virar mais um canal genérico de programas enlatados dos Estados Unidos, o que é um retrocesso tremendo para a cultura brasileira. A emissora fez história na linguagem da TV brasileira teve um grande poder revolucionário”,Titi chorou ao vivo ao se despedir do programa que apresentava e Marcos Mion expressou tudo pela sua página no Instagram com a hashtag #mtv4ever.

Image

A reação dos fãs do canal também foi bastante interessante. Um evento no Facebook (https://www.facebook.com/events/651657361525638) e um site marcaram o “enterro da MTV Brasil” (http://www.enterrodamtv.com.br/), este que deixa um espaço para a pessoa escrever algo para que fique escrito na lápide da emissora que marcou a vida de tantas pessoas. “Tudo que for escrito aqui, vai ser impresso e enterrado junto”. Essa reação dos fãs mostra que eles não estão considerando a continuidade da emissora nas mãos da Viacom, por isso, a nova programação terá que ter um cuidado redobrado e uma estratégia que prenda a atenção defasada do público novamente.

Image

Não se sabe se tudo isso foi ocasionado por um descuido da gestão de imagem ou se foi um processo natural que pode acontecer com qualquer canal, mas independente disso, é uma situação que exige estratégias de comunicação interna e externa.Mas e você, vai sentir saudades da MTV Brasil?

Verônica de Oliveira
Consultora de Qualidade

FONTES:

http://www.vctvbrasil.com/2013/08/o-fim-da-mtv-brasil.html;

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/mauriciostycer/2013/09/1334840-o-estranho-fim-da-mtv.shtml;

http://www.cafecomgalo.com.br/index.php/mtv-brasil-chegou-ao-fim-ou-e-apenas-um-novo-comeco/;

http://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv/cicarelli-relembra-inicio-como-apresentadora-e-lamenta-o-fim-da-mtv-e-uma-grande-tristeza-08082013;

Anúncios

Uma resposta em “E se a MTV Brasil tivesse um RP?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s