Quando o contrário dá certo: ações de marketing inusitadas

Estamos acostumados a ver no nosso dia a dia as mais diversas e criativas ações de marketing que as agências desenvolvem para influenciar o consumidor e passar uma mensagem positiva de seus produtos ou serviços.

Estas ações geralmente envolvem a interação do público com ferramentas que promovem diferentes sentimentos – emoção, riso, lembranças, choque – geralmente realizadas em espaços coletivos e ao ar livre, as quais dão autonomia para serem manuseadas livremente.

Porém, em alguns casos, uma empresa surge com uma campanha de marketing que vai de encontro à mensagem do seu produto e mesmo assim consegue ter sucesso. Exemplo disso é o “GPS para se perder” criado pela Jeep.

Imagem

Mas, calma, o intuito de um GPS não é encontrar o caminho certo? Para a Jeep não. Inspirado no espírito aventureiro da marca e do seu consumidor, o conceito da campanha é fazer com que a pessoa viva a “experiência Jeep”, ou seja, explorar o novo e levar seu veículo a espaços abertos, considerados seu verdadeiro habitat. A partir de uma aplicação instalada no gadget, o GPS leva o motorista a uma das 28 rotas pré-programadas sem lhe dizer para onde está indo, prometendo levá-lo a destinos fantásticos além da estrada. Confira abaixo o comercial da ação:

 

Outro case que merece atenção por fugir dos padrões é o da Fiat, que para promover o Abarth 500 criou a primeira conta no Twitter que é impossível de ser seguida. Ao contrário do que as empresas sempre fazem para promover suas fanpages e conseguir mais seguidores para espalhar o produto ao maior número de públicos possível, a Fiat apostou no conceito de que seu novo veículo é “impossível de ser seguido, até na Internet”.

 Imagem

Quando o internauta tenta dar follow no perfil do Abarth 500, ele recebe instantaneamente uma DM dizendo que nem no Twitter é possível acompanhar a velocidade do carro.

Mas como nem tudo são flores, é necessário ter cuidado ao posicionar uma marca para que a publicidade não vá de encontro à filosofia da empresa. A Riot Raki, uma marca turca de licor de uva que tem como mensagem tradicional a ideia de reflexão, lançou uma campanha na qual a garrafa da bebida poderia ser convertida em coquetel molotov (um tipo de bomba incendiária comumente usada em protestos).

Imagem

A proposta era criar um sentimento de reflexão sobre a situação tensa de protestos vivida na Turquia na época, porém a campanha não foi bem vista e tomou um aspecto negativo.

De maneira geral, se estas ações forem bem planejadas e estruturadas com a ajuda um profissional de relações públicas, as chances de aceitação do público e de sucesso são muito grandes. Inovar nem sempre é criar algo novo, mas sim usar algo conhecido de uma maneira nova.

E você, RP, já pensou em como o seu trabalho pode se beneficiar quando você pensa ao contrário?

Andréa Martins

Consultora de Projetos

Fonte:

Comunicadores

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s