Entre chegadas e partidas: o adeus ao ícone da Volkswagen

Já disse Milton Nascimento “Tem gente que chega pra ficar, tem gente que vai pra nunca mais (…)”. E depois de 56 anos no Brasil, chegou a hora dela partir. A Kombi, o mais histórico modelo da Volkswagen, deixa de ser produzido em todo o mundo e pendura suas chaves.

loompa1

Todos nós já vimos, andamos ou conhecemos uma. Quem nunca teve uma Kombi em miniatura? Ela faz parte da história comercial e da memória de todos os brasileiros, seja como ambulância, perua escolar, carro de frutas e até viatura de polícia. Então, como desvincular um produto tão popular do mercado de forma correta? É nessa hora que o profissional de relações-públicas tem que saber trabalhar muito bem o posicionamento da organização, juntamente com os publicitários, de forma a manter o público fiel à marca.

Com isso em mente, a Volkswagen apresentou a campanha em formato de testamento. “Todo carro merece um anúncio de lançamento, mas só um ícone como a Kombi merece também um de despedida” afirmava um comercial em uma revista ao informar que a última Kombi do mundo será fabricada no final deste ano. O último veículo do mundo sairá da linha de montagem da Volkswagen do Brasil, em São Bernardo do Campo, em 20 de dezembro.

A primeira etapa foi o lançamento de um hotsite no início de setembro (www.vw.com.br/kombi) no qual os usuários e fãs do modelo podiam contar suas histórias e experiências com o modelo, enviando textos, fotos e vídeos. A partir desses relatos – que em apenas algumas semanas, somaram centenas – foram selecionadas pessoas com as histórias mais marcantes que seriam homenageadas pela Kombi em seu testamento, no qual constam também os últimos desejos do veículo.

loompa2

A campanha provoca emoção em cada leitor, independentemente da sua ligação com o veículo. Após distribuir seus “bens”, a Kombi se despede com seu último desejo: voltar pra casa. Afinal, depois de tanto trabalhar, distribuir sorrisos, fazer parte da vida de tanta gente, quem não quer apenas voltar pra casa? É unânime a opinião de que ela merece um descanso.

loompa3

As despedidas não se restringiram somente à comunicação da Volkswagen. Fãs do modelo marcaram um encontro com tom de adeus em Curitiba/PR no qual fizeram um mosaico em formato de um coração partido usando apenas o veículo (120 unidades foram reunidas). A ação foi promovida pelo Clube da Kombi, sediado na cidade. Confira:

Nunca é fácil dizer adeus. Nunca é fácil saber que quem sempre esteve ao nosso lado não vai mais voltar. E quando o adeus é de um produto que está na memória e no coração de uma geração inteira, este tem que ser muito bem gerido. A Volkswagen deu o exemplo perfeito de como a Comunicação bem planejada fideliza o público ao invés de perder espaço no mercado deixando de produzir um bem. A Kombi jamais deixará de existir nos nossos corações. E assim, a vida segue, continuamos a esperar pela próxima oportunidade, pelo próximo encontro, pelo próximo adeus.

Matheus Nicoletti
Trainee de Projetos

Anúncios

Uma resposta em “Entre chegadas e partidas: o adeus ao ícone da Volkswagen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s