Satisfação pessoal e sucesso profissional: uma coisa leva a outra

Na era das Revoluções Industriais, onde o trabalho manual e criatividade do trabalhador eram deixados de lado em meio ao avanço da maquinaria, os operários tinham uma longa jornada diária de trabalho e cada um desenvolvia apenas uma função que contribuía para o produto final concluído. Essa rotina era exaustiva, uma vez que os trabalhadores não se consideravam parcela importante no processo produtivo, porque suas horas de trabalho eram muitas e controladas, suas vontades e ideias não eram consideradas durante esse processo e as funções eram cada vez mais automatizadas e com uma quantidade de tempo muito pequena.

lala1

Essa rotina estressante desgastava os funcionários e reduzia cada vez mais a sua produtividade, pois sua satisfação pessoal não estava sendo atingida em meio a tantas ordens que eram passadas dos cargos superiores para os proletários. Deste modo, houve uma grande reflexão com relação às condições de trabalho dos funcionários dentro das empresas.

Os estudos com relação à qualidade de vida no trabalho (QVT) tiveram início em meados dos anos 50 na Europa, contudo ganhou uma grande visibilidade nos anos 70 e desde então, consolida-se cada vez mais, uma vez que se notou a grande importância da realização humana no processo produtivo. Desta maneira, a interligação entre o funcionário, o trabalho desempenhado por ele e organização se mostrou relevante para que houvesse uma ascensão na produtividade das empresas.

Baseando-se em exemplos de empresas japonesas de técnicas de trabalho bem sucedidas, outras empresas ao redor do mundo adotaram um método de trabalho que valorizasse a participação individual do funcionário para que ele se sentisse parte da organização, do processo de produção e da produção final obtida. Assim, percebeu-se a extrema importância da qualidade de vida no trabalho.

Observando os métodos utilizados para incentivar o funcionário dentro do empreendimento, podemos afirmar que cada um deles têm suas necessidades psicológicas e sociais que devem ser atendidas para que se sintam confortáveis no ambiente de trabalho. Ademais, os trabalhadores sentem necessidade em fazer parte da organização em que estão inseridos, sendo assim, desejam sentirem-se importantes para a empresa e para o processo produtivo como um todo, tanto na realização das tarefas quanto nas sugestões para ampliar a qualidade dos produtos oferecidos pelo empreendimento.

lala2

O primeiro passo para atingir uma boa qualidade de vida no ambiente de trabalho é buscar fazer algo que goste e que dê prazer pessoal, uma vez que a realização de tarefas prazerosas traz satisfação pessoal para o funcionário. Deste modo, aconselha-se conhecer um pouco mais sobre a organização antes de se inserir nela, mais especificamente, é de extrema relevância saber se os valores pessoais caminham de acordo com os valores da organização.

Em alguns países, a QVT já está muito inserida nas empresas, entretanto no Brasil, ainda discute-se muito com relação a essa implementação, mesmo que haja uma forte relação entre a qualidade de vida pessoal e o aumento da produtividade do trabalhador.

Alguns métodos utilizados como forma de incentivo dentro da empresa são: equidade, motivação interna, autonomia do funcionário na atividade desempenhada por ele, áreas comuns para integração dos trabalhadores, privacidade, relacionamento interpessoal, grupos de apoio, orientações com relação à saúde, acesso aos deficientes físicos, etc. Desta forma, a QVT nada mais é do que um equilíbrio pessoal e profissional do cidadão.

lala3

Desta maneira, para que haja uma interação entre a organização e seus funcionários, a presença de um relações-públicas mostra-se cada vez mais essencial, visto que ele age como mediador entre as necessidades dos funcionários e os objetivos traçados pela organização, captando informações de ambos os lados para que exista um único objetivo a ser atingido.

E você, já parou pra pensar nas suas vontades enquanto trabalhador? Quais funções você acha que pode realizar para se sentir satisfeito no seu ambiente de trabalho?

Gabriela Monteiro

Consultora de Jurídico-Financeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s