A culpa é do John Green

Se você está por dentro das redes sociais e dos últimos acontecimentos no mundo do entretenimento, sem dúvidas já ouviu falar do fenômeno mundial “A Culpa é das Estrelas”, que em poucos meses conquistou milhares de fãs.

O livro escrito por John Green, um vlogger norte americano, autor de livros para jovens adultos, trata de uma história que emociona até mesmo os corações mais frios: “Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.” (Fonte: Saraiva)

O best-seller se tornou um sucesso absoluto, com mais de 1,25 milhão de exemplares vendidos somente no Brasil, cerca de 38 mil exemplares em uma semana. E mesmo antes de todo esse sucesso, já era planejado que a história se tornaria também um longa-metragem, os direitos cinematográficos foram adquiridos antes mesmo do livro chegar ao mercado, baseando-se no sucesso anterior de John Green, principalmente com o público jovem.

imagem 1

O filme foi um fenômeno. Produzido pela Fox Film, e dirigido por Josh Boone, A Culpa é das Estrelas é o campeão de vendas de ingressos antecipados na categoria drama romântico nos Estados Unidos, segundo o site da revista The Hollywood Reporter. Com quase sete milhões de curtidas em sua página brasileira no Facebook, o filme surpreende não somente pelo sucesso, mas também por seus diferenciais em relação aos últimos sucessos do mundo jovem. Enquanto Harry Potter traz todo seu mundo fantástico da bruxaria e A Saga Crepúsculo aparece com o mundo misterioso dos vampiros, A Culpa é das Estrelas traz uma história muito real e que apesar de relacionar o câncer com uma maneira engraçada e bonita de ver a vida, ainda assim é um drama, que fez milhares de adolescentes se emocionarem.

imagem 2

Com uma divulgação sensacional, o sucesso de A Culpa é das Estrelas está relacionado com as relações públicas, e isso é perceptível através das redes sociais que o filme e livro sustentam, além da maneira com que o autor interage com o público em seu Twitter, possuindo quase três milhões de seguidores; as páginas do filme possuem comentários constantes de fãs, que parecem contemplados pelas postagens e atualizações constantes.

Então se você ainda não leu ou não assistiu A Culpa é das Estrelas, acompanhe e entenda o porquê de tanto sucesso!

Caroline Miranda

Diretora de Qualidade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s