Ex-unespiana conta suas Experiências no Mercado de Trabalho

Veja na íntegra o texto enviado pela ex-aluna Camila Novaes, publicado na coluna RProseando da edição de Março do Boletim Dinâmica RPjr.


“Na minha opinião, todos os ex- alunos precisam voltar à universidade e dividir suas experiências. Afinal
temos de decidir muito cedo o nosso caminho profissional e às vezes, durante o curso, nos questionamos se estamos ou não no caminho certo. Diante deste cenário, crises relacionadas à nossa escolha profissional durante a universidade é algo muito comum.

Me lembro que durante a universidade as palestras que mais me interessavam eram as que tinham ex-alunos. Afinal queremos saber onde e como estão, se ganham bem, se estão felizes; e, de certa forma, ex-alunos são espelho dos alunos atuais…

Saibam que ser formado pela Unesp tem um peso grande, apesar do mercado cobrar massivamente conhecimento técnico. Sem história de vida, flexibilidade e maturidade, jamais enfrentaremos o mercado de trabalho com toda calma e paciência que nos são exigidos.

Sobre os alunos que estudaram comigo, sei que muitos estão na área de Relações Públicas , trabalhando nas mais diversas posições, desde ONGs até atuando no setor privado ou produção cultural. Mas muitos também migraram para outras áreas, pois suas vidas tomaram rumos bastante distantes da profissão.

Se puder deixar uma mensagem, seria esta: curtam a faculdade, “suguem” tudo que puder, vá às festas, viva a leveza de ser estudante e, quando estiverem prestes a se formar, comecem a olhar e visitar sites e vejam com quais áeras se identificam, pois com o tempo as coisas se definem dentro do mar que a área de RP nos oferece.

Quando recebi o convite da RPjr para falar sobre o mercado de trabalho, fiquei muito feliz! Pensei em tantos assuntos, montei uma linha criativa e por fim fiz uma palestra sobre mercado, mas muito voltada ao nosso posicionamento como profissional, nossas escolhas e a paixão pela profissão, além da tão discutida qualidade de vida. Mais uma vez, fica claro a necessidade de retornar a Universidade. E, de certa forma, todos nós estudamos com dinheiro público, o que torna mais justo dividir com vocês nossas experiências.

E falando sobre experiências, vou contar um pouquinho do que aconteceu comigo neste um ano. Logo após a minha ida à Unesp, fui promovida à Coordenação de Comunicação e Propaganda da Sony; sete meses depois recebi um convite para trabalhar em outra empresa, com uma proposta que proporcionava mais qualidade de vida, além de um salário 50% maior. Depois de muito pensar, resolvi aceitar o novo desafio. E, apesar de amar o que fazia na Sony, sentia vontade de conhecer outros mercados e buscar mais qualidade de vida. Hoje trabalho na Cielo, uma empresa prestadora de serviços em meio de pagamento. Atuo dentro do departamento de marketing, na área de leis de incentivo e eventos. O pedido de mais qualidade de vida sem duvida foi primordial na minha escolha.

Ainda falando sobre a palestra que fiz no Meeting 2009, me lembro que quando terminamos o evento fomos a um jantar e foi muito bom conversar com todos e rever alguns professores e colegas. Deu para “sentir a universidade”. E, apesar da diferença trazida com o passar dos anos, percebi que a essência continua a mesma: o lado humano que a Unesp oferece é uma das coisas mais ricas e que mais nos fortalece para enfrentar o mercado.

Curtam bastante esta fase e boa sorte!


Diretoria de Comunicação

3º Trote Solidário


No dia 16 de março a RPjr realizou a terceira edição do Trote Solidário. Trata-se de uma campanha que visa incentivar a doação de sangue, conscientizando sobre sua importância, além de informar ao público sobre os requisitos necessários para a doação.
Durante os dias 12 e 15, desse mês, os calouros de Relações Públicas estiveram em semáforos movimentados da cidade de Bauru entregando folders com todas as informações sobre a campanha e a coleta de sangue.
Compareceram ao evento mais de 40 alunos, dentre variados cursos da Unesp, que participaram da doação ao banco de sangue do Hemonúcleo de Bauru. Além disso, foi disponibilizado um micro-ônibus, pela faculdade, que levou os alunos ao local da ação.

Catarina Rangel

Diretoria de Comunicação