YouTube Music Awards: um evento de escala mundial

Não é novidade para ninguém que as premiações musicais como VMA, EMA e VMB atingem milhares de pessoas, fãs de música. Nessas edições, cantores ou bandas são indicados a um prêmio e na maioria das vezes, o voto popular é quem decide o vencedor.  Essa é a forma que os famosos do ramo musical recebem um retorno do trabalho que fazem!

O YouTube é uma maneira clássica que pessoas que sonham em fazer música encontram para finalmente chegar à fama. E depois da fama, muitos deles lançam seus vídeo clipes, campanhas, DVDs e backstages através do site.

E foi por isso que nesse ano de 2013, o YouTube decidiu que iria criar uma premiação semelhante para esses artistas, afinal, muitas pessoas ficam famosas por causa dos vídeos publicados e que “viram febre”, como aconteceu com Justin Bieber, por exemplo.

YouTube music

A primeira edição do “YouTube Music Awards” aconteceu no dia 3 de novembro em Nova York e é claro, foi transmitido online e ao vivo no YouTube para o mundo todo.

Os prêmios foram transmitidos em streaming e, no Brasil, shows de Anitta, Thaguinho e MC Guimé – sucessos na Internet – foram transmitidos na web para o mundo todo. Durante o dia da premiação, o portal de vídeos seguiu transmitindo ao vivo apresentações de artistas de outros países. E assim, a programação tomou forma: vários países participaram do YTMA fazendo shows no próprio país.

youtube musics

A premiação contou com seis categorias, que foram: Vídeo do Ano, Artista do Ano, Resposta do Ano, Fenômeno do YouTube, Revelação do YouTube e Inovação do Ano. E foram mais de 40 indicados! Dentre os vencedores por voto popular, está Eminem e Macklemore & Ryan Lewis, mostrando que, cada vez mais, é o público que decide quem faz sucesso.

youtube musicss

A divulgação do evento foi feita através do próprio site – é claro. Aquelas propagandas que aparecem antes do vídeo começar a passar, que duram poucos segundos, informando as questões do evento e que as pessoas podiam votar através do site do YouTube.

O fato do YouTube fazer uma premiação em larga escala como essa, exige um profissional de Comunicação, afinal, gerenciar uma mídia tão grande e alcançar diferentes públicos não é uma tarefa fácil e que qualquer um consegue fazer. Um relações-públicas, nesse caso, conseguiria direcionar a proposta da premiação para todos da maneira mais eficaz e, além disso, transformar o “YTMA” em uma marca!

Aos interessados, vale lembrar que a premiação está disponível no YouTube.

youtube musicsss

Será que ano que vem, teremos a segunda edição do YTMA?

Verônica de Oliveira Teixeira
Gerente de Qualidade

AC/DC no Brasil

Vamos entrar um pouco no âmbito musical.
Para isso, aproveitamos a recente passagem da banda australiana AC/DC pelo Brasil.
Agora vamos pensar no porquê de os ingressos para o show do AC/DC terem se esgotado tão rapidamente, deixando milhares de fãs brasileiros sem aproveitar, talvez, a última chance de ver seus ídolos.

Também pensemos agora no porquê desse último fato ter ocorrido no país do futebol, do samba e de outros gêneros musicais, sem expressiva representação no Rock and Roll. Num jogo entre Corinthians e Flamengo talvez a explicação fosse mais fácil e as razões mais visíveis.
A questão é que o AC/DC não é apenas uma banda de Rock ‘n’ Roll. O conjunto formado por Angus Young, Brian Johnson, Malcolm Young, Cliff Williams e Phil Rudd é uma lenda do Rock. Seus integrantes, inclusive o falecido Bon Scott, já estão imortalizados no cenário musical.
Pode parecer difícil para alguns entender como uma banda que possui um vocal que grita com uma voz fina e demoníaca, um guitarrista que parece um monstro no palco e uma bateria extremamente simples pode alçar tal projeção. Meus amigos, a resposta é evidente: o AC/DC alcançou esse poder por causa dessa voz demoníaca, do guitarrista que parece um monstro e da simples bateria.Suas características únicas garantiram a autenticidade da banda. Sejam pelas gargantas arranhadas de Bon Scott e Brian Johnson ou pelos clássicos sons tirados da guitarra por Angus Young, eles atingiram um estágio puro de Rock and Roll. É algo que nunca foi visto antes, uma revolução na música.
O resultado disso tudo é visível: o AC/DC é venerado e seus integrantes projetados como deuses do rock. O poder de alcance de seu som atingiu até o país do futebol e conquistou um número imenso de fãs, mesmo com a expressiva diversidade cultural existente no Brasil.
Enfim, no dia 27 de Novembro de 2009, a nação de seguidores do Rock ‘n’ Roll ganhou seu presente: seus heróis vieram ao Brasil.
Com relativamente pouca divulgação feita através daqueles que espalhavam o fato por meio de notícias publicadas na internet ou em notas de jornal, houve tumulto na venda de ingressos, o site da distribuidora ficou totalmente sobrecarregado com os acessos e as linhas de telefone para comprar as entradas ficaram congestionadas.
Os 70 mil ingressos foram esgotados em um dia, por brasileiros que escutaram apenas um disco ou algumas músicas mais famosas e ficaram fascinados.
Os 70 mil ingressos foram esgotados em um dia, por brasileiros que não conheciam nada da banda, mas sabem o que a mesma representa no cenário da música global, e por isso foram ao show.
Mas principalmente, os 70 mil ingressos foram esgotados em um dia, por brasileiros que foram atingidos pelo som da banda australiana e admiram os integrantes como seus heróis, tendo o Rock ’n’ Roll como parte de suas vidas.
O AC/DC trouxe uma estrutura gigantesca, com cinco toneladas em apenas um artigo do palco, e fez um show histórico em São Paulo. Poucos minutos após o término da apresentação, na noite do dia 27, o portal de internet Terra já dava sua avaliação, com Angus Young e Brian Johnson estampados na página inicial: “Uma Aula de Rock!”

Texto de Victor Frascarelli Rodrigues Moreira, aluno do 2º Termo de Relações Públicas da Unesp.

Diretoria de Comunicação